Notícias
Photo Photo Photo Photo

Nomeados os finalistas da 2ª edição do Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa»

 

Fernando-SousaDas 41 candidaturas recebidas para a segunda edição do Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa», foram nomeadas como finalistas 12 peças em três categorias: 3 nomeadas na categoria «Estudante», outras 3 na categoria «Jornalista – Media Regional» e 6 nomeadas na categoria «Jornalista – Media Nacional».

Em conformidade com o Regulamento do Prémio, o Júri de Seleção reuniu na segunda-feira, 9 de julho, e escolheu os vencedores. Estes serão anunciados numa cerimónia no NewsMuseum, em Sintra, na presença do Comissário europeu Carlos Moedas e do CEO do grupo Impresa, Francisco Pedro Balsemão, no dia 20 de julho, às 10h30.

 

O evento será aberto à imprensa. Acreditação com Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

 

Este prémio, promovido pela Representação da Comissão Europeia em Portugal, homenageia o jornalista Fernando de Sousa e reconhece trabalhos informativos de excelência sobre assuntos europeus.

 

Os cinco membros do Júri de Seleção da segunda edição do Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa» são:

 

  • Chefe da Representação da Comissão Europeia em      Portugal: Sofia Colares Alves
  • Membro do Serviço de Porta-vozes da Comissão Europeia:      Daniel do Rosário

 

E três representantes da classe profissional:

 

  • Sindicato dos Jornalistas: Sofia Branco
  • Casa da Imprensa: Goulart Machado
  • Clube de Jornalistas: Francisco Belard

 

O Júri congratula-se unanimemente pela quantidade e excelência das peças recebidas em todas as categorias, salientando o salto qualitativo em relação aos trabalhos apresentados no ano passado, nomeadamente na categoria «Estudante», e as vantagens trazidas pela criação da categoria «Jornalista - Media Regional».

 

Os jurados louvam também a diversidade das candidaturas recebidas, tanto a nível de distribuição de média (3 rádio; 10 televisão; 21 imprensa escrita; 5 internet), como da participação de jornalistas de âmbito regional e de estudantes de várias regiões do país.

 

Os temas das peças refletem os assuntos mais comunicados durante o ano, sendo que uma grande parte dos trabalhos versa sobre a crise dos refugiados e sobre a Europa e o seu futuro.

 

Na opinião do Júri, a seleção foi um exercício desafiante, dada a qualidade das peças. Tal como havia acontecido na edição de 2017, os jurados foram unânimes na recomendação de que o prémio continue, dado ser um excelente incentivo e reconhecimento do jornalismo português.

 

Das 41 candidaturas recebidas no total, 39 foram consideradas válidas: 7 na categoria «Estudante», 9 de media regionais e 23 de media nacionais.

 

Nomeados – Categoria «Estudante»:

 

  • "Voluntários do Corpo Europeu de Solidariedade      chegam a Itália", Rádio Universidade de Coimbra
         Autoria:      Camila Malheiro
          
  • "Luz ao Fundo da Europa", ComUM
         Autoria: João Quesado, Eduardo Miranda, Hélio Carvalho
          
  • "Os britânicos escolheram sair. E      os portugueses, como ficam?", Jornalismo Porto Net
         Autoria: Ricardo      Ferreira, Catarina Peixoto

 

 Nomeados – Categoria «Jornalista – Media Regional»:

 

  • "A imprensa regional informa-nos e      aproxima-nos", Correio da Feira
         Autoria: Daniela Castro Soares
          
  • "A Europa no seu devido lugar", Diário do      Alentejo
         Autoria: Paulo Barriga
          
  • "Exploração de petróleo a qualquer custo?",      Jornal de Leiria
         Autoria: Jacinto      Silva Duro

 

Nomeados – Categoria «Jornalista – Media Nacional»:

 

  • "Europa 30", RTP
         Autoria: Catarina Fernandes Martins, Nuno Severiano, David      Castaño, Joana Pontes
          
  • "O Novo Muro", TVI
         Autoria: André Carvalho Ramos, Creative Movie Solutions
          
  • "Erasmus cada vez mais cool", Visão
         Autoria: Sónia Calheiros
          
  • "Quando o jornalismo morre", Revista do      Expresso
         Autoria: Micael Pereira, Catarina Larcher
          
  • "A ameaça radical que ninguém viu", Sábado
         Autoria: Nuno Tiago Pinto
          
  • "Eis o mapa da retoma", Expresso
         Autoria: Joana Mateus

 

Contexto:

 

No âmbito do respeito pela liberdade e pelo pluralismo da comunicação social, a Representação da Comissão Europeia em Portugal lançou a primeira edição do Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa em 2017, uma homenagem a um dos grandes jornalistas portugueses, perito em assuntos europeus. A apresentação de candidaturas para esta segunda edição decorreu entre 1 de janeiro e 28 de fevereiro de 2018.

 

Todas as informações sobre a segunda edição e o regulamento do prémio podem ser encontrados aqui.

 

O Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa foi atribuído pela primeira vez a 9 de maio de 2017, Dia da Europa. Para esta segunda edição, o concurso foi aberto a trabalhos desenvolvidos nas áreas de imprensa escrita, rádio, televisão e internet em três categorias:

 

  •  Categoria      «Jornalista – Media Nacional»: um prémio atribuído a um      trabalho produzido por um jornalista detentor de carteira profissional; ou      por uma equipa da qual conste um jornalista detentor de carteira      profissional; e que seja publicado/difundido num media de âmbito nacional;
          
  • Categoria «Jornalista – Media Regional»: um prémio atribuído a um trabalho produzido por um      jornalista detentor de carteira profissional; ou por uma equipa da qual      conste um jornalista detentor de carteira profissional; e que seja      publicado/difundido num media de âmbito regional ou local;
          
  • Categoria Estudante: um prémio atribuído a um estudante (ou a uma equipa      de no máximo cinco elementos) do ensino superior de jornalismo ou      comunicação social.

 

As candidaturas elegíveis para a atribuição do Prémio de Jornalismo Fernando de Sousa remetem para trabalhos que obedecem aos seguintes critérios:

 

-        Abordam questões importantes a nível europeu ou promovem um melhor entendimento das instituições ou políticas da União Europeia;

 

-        Foram publicados ou difundidos entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2017;

 

-        Foram elaborados em português;

 

-        Não receberam outro prémio até à data de encerramento das candidaturas;

 

-        Para as categorias «Jornalista – Media Regional» e «Jornalista – Media Nacional»: foram publicados/difundidos num meio de comunicação legalmente registado em Portugal;

 

-        Para categoria «Estudante»: foram publicados/difundidos num meio de comunicação legalmente registados em Portugal ou num meio de comunicação ou sítio Web de uma instituição de ensino superior. Podem ainda ser trabalhos académicos de cariz jornalístico certificados por pelo menos um(a) docente universitário.

 

Prémios:

 

Categoria «Jornalista – Media Nacional»: um prémio pecuniário de 5 000 (cinco mil) euros;

 

Categoria «Jornalista – Media Regional»: um prémio pecuniário de 5 000 (cinco mil) euros;

Categoria «Estudante»: título(s) de transporte no valor total de 3 000 (três mil) euros.

P038104-966381

Discurso sobre

o Estado da União Europeia

do Presidente Juncker


  HORÁRIO

Segunda a Sexta
9h00 - 12h30

13h30 - 18h00 


CONTACTOS

Av. Dr. Nicolau Carneiro, 196

4590-512 Paços de Ferreira

T. +351 255 147 314

     +351 916 096 155 

Email: europedirect@profisousa.pt


Se já contactou um Centro Europe Direct, p.f. avalie aqui  a sua atuação. 

 

max maillots max maillot air jordan pas cher air jordan pas cher air jordan pas cher air jordan pas cher air jordan pas cher golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet golden goose outlet pandora pas cher pandora pas cher pandora pas cher pandora pas cher pandora pas cher pandora pas cher pandora outlet pandora outlet pandora outlet pandora outlet pandora outlet pandora outlet woolrich outlet